Edição Nº: 5333 - Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2016.
 
Verão quente e muito úmido favorece pastagens de verão

O verão quente e úmido, associado à maior luminosidade, tem favorecido as pastagens de verão e proporcionando uma maior produção de forrageiras. O campo nativo tem apresentado um bom volume de forragem disponível e um acúmulo de biomassa bastante satisfatório.
Este crescimento é benéfico aos rebanhos até um determinado ponto, pois como há mais forragem sendo produzida do que consumida, a tendência é de haver áreas rejeitadas pelos animais, que buscam sempre a forragem mais tenra e de melhor qualidade.
 Visando à eficiência do sistema de produção de leite à base de pasto, o agricultor deve realizar o manejo adequado da pastagem, que consiste em fazer adubação (cobertura e manutenção), divisão da pastagem em piquetes, controle do tempo de pastejo e roçadas do excesso de pastagem e das invasoras. Com excesso de umidade, o agricultor deve controlar o tempo de pastejo visando diminuir os danos à pastagem pelo pisoteio.
As áreas de pastagens perenes estão com ótimo desenvolvimento; muitos produtores aproveitaram o verão chuvoso para ampliar suas áreas de Tifton, que estão em ótimas condições; este tipo de pastagem só traz vantagens para os produtores, pois após o estabelecimento da pastagem não há mais necessidade de preparo de solo, e a condição de manejo fica facilitada por ter um piso mais estável. Além destas, a principal vantagem é que o pastejo inicia no princípio da primavera, bem antes do que as pastagens anuais.
 Para as pastagens cultivadas, o clima também tem favorecido as adubações de cobertura.

 
< Página Principal 
 
Folha de Quaraí O Jornal da Comunidade
Av. Artigas esq. Fco Carlos Reverbel - Quaraí, RS
Telefone: (55) 3423-5593 - Todos os Direitos Reservados ® 2011 - 2017
Tecnologia Web: Franco Sampaio Tecnologias de Informação