Edição Nº: 5342 - Domingo e Segunda-Feira, 31 Janeiro de 2016.
 
Situação de emergência mundial?

Na próxima segunda-feira, 1.º de fevereiro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) convocará uma reunião do Comitê de Emergência para que seja avaliado se o surto do zika vírus constitui uma Emergência de Saúde Pública de Interesse Internacional (ESPII). Segundo o pesquisador do Instituto Evandro Chagas, órgão referência em doenças tropicais, Pedro Fernando da Costa Vasconcelos, levando em consideração à velocidade com que o vírus vem se disseminando pelo continente americano, é natural que a Organização decrete esse nível de alerta. Em torno de 350 milhões a 400 milhões de pessoas estão sob risco do vírus apenas no continente americano.
 O zika tem surpreendido pela forma com que chegou, se estabeleceu e se disseminou. As ocorrências de abortos, natimortos e crianças com má-formação congênita grave levam a um quadro de difícil controle no mundo, não só no Brasil. “Para complicar, esse vírus está se disseminando em uma velocidade nunca vista anteriormente, nem para a chikungunya nem para a dengue. A dengue demorou quase 20 anos para se disseminar pelas Américas. O zika, em um ano, basicamente, já se disseminou por 24 países” relata Vasconcelos.
 O pesquisador supõe que o vírus se adaptou perfeitamente ao vetor (Aedes) no Brasil por isso ocorreu esta grande incidência de caso. Durante a reunião será traçado um panorama da situação atual e as perspectivas em termos futuros, ou seja, na disseminação do vírus zika para outros continentes. Além disto também será exposto os achados que apontam a ligação do zika com a microcefalia.
 OMS
A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, afirmou que o Brasil tem sido ágil nas respostas aos organismos internacionais sobre as investigações da relação do vírus Zika com a microcefalia. O Brasil é pioneiro no estudo da relação do vírus Zika com a microcefalia e tem avançado nas pesquisas científicas.
 Durante a 138.ª Sessão do Conselho Executivo da Organização Mundial de Saúde, Chan mostrou sua preocupação em relação à rápida disseminação do vírus Zika, que já circula em 23 países das Américas Central e Latina. “As condições climáticas deste período do ano podem aumentar ainda mais a população do mosquito em muitas áreas”, comentou Margaret Chan.

 
< Página Principal 
 
Folha de Quaraí O Jornal da Comunidade
Av. Artigas esq. Fco Carlos Reverbel - Quaraí, RS
Telefone: (55) 3423-5593 - Todos os Direitos Reservados ® 2011 - 2017
Tecnologia Web: Franco Sampaio Tecnologias de Informação