Edição Nº: 5346 - Sexta-Feira e Sábado, 05 e 06 de Fevereiro de 2016.
 
D´Ale se despede do Internacional com taça

D’Alessandro se despediu do Internacional com taça. Nesta quarta-feira (03), o Internacional empatou sem gols com o São José-POA, em jogo válido pela segunda rodada do Gauchão, mas venceu nos pênaltis. Sim, em uma partida que valeu também pela final da Recopa Gaúcha, o Colorado conquistou o troféu pela primeira vez ao fazer 3 a 2 em sequência de penalidades.
D’Alessandro assistiu do banco a decisão de pênaltis. Sacado aos 35 minutos do segundo tempo, o gringo fez uma despedida com direito a chute no travessão e reclamações contra a arbitragem.
Em 2014 e 2015, o Inter disputou a Recopa Gaúcha e perdeu. No primeiro ano do troféu inédito, derrota para o Pelotas. Na temporada passada, o Lajeadense venceu nos pênaltis.
Na lista de cobradores, o goleiro Alisson foi a surpresa. Só que ele e Alex perderam suas cobranças. Vitinho, Paulão e Marquinhos converteram. D’Alessandro foi chamado e ergueu o troféu.
A chuva insistente afetou o resultado do jogo. Com o gramado sintético do estádio mais escorregadio, o confronto perdeu em qualidade técnica. Depois de um primeiro tempo muito fraco, o Colorado melhorou na etapa final. Mas não o suficiente para vencer.
Com o resultado o Colorado soma seu primeiro ponto no Campeonato Gaúcho de 2016. A partida válida pela primeira rodada, contra o Ypiranga no Beira-Rio, foi adiada no último domingo. E será realizada no próximo sábado, às 17h. D’Alessandro já assistirá esse confronto pela TV, de Buenos Aires. A apresentação dele no River Plate está programada para quinta-feira à tarde.
Fases do jogo
Primeiro tempo: Gramado sintético e chuva insistente. Com este cenário, São José e Inter fizeram 47 minutos de muitos chutões e poucas jogadas construídas coletivamente. O solo diferente tornou o confronto recheado de faltas e divididas. Diego Torres, em chute da intermediária, quase encobriu Alisson. Vitinho, na entrada da área, chutou para fora.
Segundo tempo: Depois do intervalo o jogo seguiu igual. Com pequeno acréscimo de finalizações. Heliardo e Jô arriscaram para o São José. D’Alessandro acertou o travessão em bonito chute de pé direito e Paulão também tentou de longe. Com Bruno Baio na vaga de Eduardo Sasha, o Colorado perdeu em mobilidade e não apresentou maior esforço em bola aérea.

Destaques
D’Alessandro: em sua despedida do Inter, o argentino começou como titular e foi o mesmo de sempre. Reclamou da arbitragem, cobrou os colegas e até interagiu com a torcida.
Gramado sintético: o piso artificial ganhou a companhia da chuva e se tornou quase impraticável. Liso e duro, o solo afetou drasticamente no estilo de jogo do Inter. Sem ter como trocar passes, o Colorado passou a apelar para outros expedientes. Um deles foi a bola aérea.
Faixa vermelha: o uniforme do Inter apresentou uma diferença no Passo D’Areia. Duas faixas em um tom de diferente foram aplicadas nas mangas das camisas. A medida foi o jeito do clube retirar a marca da Tramontina, que não renovou contrato em dezembro.

 
< Página Principal 
 
Folha de Quaraí O Jornal da Comunidade
Av. Artigas esq. Fco Carlos Reverbel - Quaraí, RS
Telefone: (55) 3423-5593 - Todos os Direitos Reservados ® 2011 - 2017
Tecnologia Web: Franco Sampaio Tecnologias de Informação