Edição Nº: 4648 - Quinta-Feira, 04 de Abril de 2013
 
Estado, Irga e município alinhados em benefícios dos produtores

Na segunda-feira o secretário de agricultura do Estado do Rio Grande do Sul, Luiz Fernando Mainardi esteve em Quaraí, na oportunidade junto do vice-prefeito Mário Raul e do Presidente do IRGA Cláudio Pereira estiveram no IRGA de Quaraí antes do seminário "Mais Água, mais renda".  O Presidente o Instituto Rio Grandense do Arroz destacou a necessidade de diversificação de culturas como forma de agregar renda ao meio rural. 
O presidente do IRGA, Claudio  Pereira em entrevista para a FQ disse que toda a lavoura de Quaraí é apoiada  pelo IRGA e o objetivo da  visita  foi trazer programas para os produtores, como por exemplo, a rotação  de cultura, trazendo também a ideia da máquina do micro camaleão, que permite a plantação em terra plana com segurança, tanto para drenar, quanto para irrigar. Divulgando também o concurso público para o IRGA, com vagas para engenheiros agrônomos e na área do secretariado.
O secretário Mainardi falou sobre o programa do governo do Estado, que é o "Mais água, mais renda", onde parte da irrigação do Rio Grande do Sul será paga pelo estado. Que a visita a Quaraí visa alinhar um trabalho conjunto em prol do desenvolvimento da agropecuária e do agronegócio do município.  
 
Sobre o concurso
Serão preenchidas 217 vagas para técnico superior orizícola, técnico superior administrativo, técnico orizícola e assistente administrativo.
O concurso é uma conquista para consolidar o processo de modernização do instituto. O Irga não realizava concurso público desde 1970.  A Lei 13.930/12, que autoriza as vagas para o concurso, foi aprovada em 21 de dezembro de 2011, por unanimidade na Assembleia Legislativa e sancionada pelo governador Tarso Genro em 23 de janeiro de 2012.
Número de vagas: A previsão é de que o concurso seja realizado no primeiro semestre de 2013, com a contratação de 217 novos profissionais para o quadro efetivo, sendo 53 cargos de Técnico Superior Orizícola, 16 de Técnico Superior Administrativo, 68 de Técnico Orizícola e 77 de Assistente Administrativo. Do total de vagas, 56 serão para a capital e 161 serão preenchidas em 43 diferentes municípios gaúchos.
Salários e cargos: Os vencimentos variam de acordo com a graduação profissional, para o cargo de Técnico Superior Orizícola, o salário inicial é R$ 4.300 e podem concorrer profissionais das seguintes áreas: Agronomia, Engenharia Ambiental e Nutrição. Para o cargo de Técnico Superior Administrativo a formação necessária é: Administração, Ciências Contábeis, Economia, Ciências Jurídicas e Sociais, Biblioteconomia, Arquivologia, Jornalismo, Secretariado Executivo, Relações Internacionais, Tecnologia da Informação, Engenharia Civil e Arquitetura e o salário inicial é de R$ 4.300. Já para o Técnico Orizícola, é necessária a formação como Técnico Agrícola, Técnico em Agropecuária, Técnico em Química, Técnico Ambiental e Técnico em Alimentos. Para este cargo os vencimentos são de R$ 1.800 e para o Assistente Administrativo, com formação no Ensino Médio regular, o salário inicial é R$ 1.200.
Concurso: O concurso com 335 vagas para a secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, sendo 277 para fiscal estadual agropecuário e 58 para técnico superior agropecuário, ambos para o nível superior, com salários de R$ 3.035.
Das oportunidades para fiscal agropecuário, 217 são para formados em medicina veterinária e 60 para graduados em engenharia agronômica.
Os postos de técnico superior irão contemplar também 25 veterinários, 26 engenheiros agrônomos, 02 engenheiros florestais e 05 zootecnistas. Tudo indica que o edital saia tão logo seja dada a  chancela final do governo  do  estado e seja definida a organizadora (provavelmente a  FDRH-RS).


 
< Página Principal 
 
Folha de Quaraí O Jornal da Comunidade
Av. Artigas esq. Fco Carlos Reverbel - Quaraí, RS
Telefone: (55) 3423-5593 - Todos os Direitos Reservados ® 2011 - 2018
Tecnologia Web: Franco Sampaio Tecnologias de Informação