Edição Nº: 4700 - Quinta-Feira, 20 de Junho de 2013.
 
Fornecer impulsiona a economia de empreendimentos em Quaraí

Programa do governo do Estado, que descentraliza compras de alimentos para casas prisionais, injetou mais de R$ 150 mil em sua última etapa, encerrada em abril
Pequenos negócios do município de Quaraí tiveram a oportunidade de incrementar sua receita através da venda de seus produtos para o Estado no primeiro semestre deste ano. A chance de participar de pregões para a compra de itens de alimentação para o Presídio Estadual de Quaraí, que abriga cerca de 32 apenados, faz parte do programa Fornecer, da Secretaria da Administração e dos Recursos Humanos (Sarh). O Estado disponibilizou para a economia da região um total de R$ 153.902,40, ao comprar pão, leite, carne e não-perecíveis diretamente de fornecedores no município, só na quarta etapa, realizada entre fevereiro e abril deste ano.
O Fornecer foi implantado pela SARH em julho de 2011, com o objetivo de explorar o poder das compras governamentais como política de desenvolvimento econômico regional para fomentar as micro e pequenas empresas, agricultura familiar e pequenos produtores. Ao mesmo tempo, a iniciativa gera economia no custo final dos produtos. Antes do Fornecer, somente sete empresas ganhavam as licitações para aquisição de alimentos para os presídios. Em 2013 o programa encerrou a 4ª fase com 147 empresas vencedoras, entre elas 135 de pequeno ou médio porte.
No total foram distribuídos R$ 40.698.329,20, sendo R$ 12.345.690,52 para micro e pequenos empreendimentos.

Sobre o Fornecer

A economia para os cofres públicos na compra de produtos em Quaraí foi de R$ 42.349,16, ou seja, 37,96% menor em relação ao primeiro semestre de 2011, quando as compras ainda eram centralizadas.
O governo gastou R$ 18.987,20 com a compra de pão; R$ 2.713,60 com a aquisição de leite; R$ 12.848 com o consumo de carne e R$ 119.353,60 com não-perecíveis.Os processos são coordenados pela Subsecretaria da Administração Central de Licitações (Celic), da Sarh. Os pregões são feitos na cidade onde os produtos são entregues, através de uma equipe que se desloca para guiar as etapas de habilitação, apresentação de proposta e julgamento.
Com isso, os microempresários podem participar das concorrências apresentando a documentação requerida momentos antes da abertura da proposta e já saem com o contrato assinado, no final do certame. Os acordos são de seis meses, podendo ser prorrogados.
A empresa Airton Jair Porto venceu o pregão para fornecer o pão e a Padaria e Confeitaria F. Menezes Ltda deu a oferta vencedora do lote de leite.
A carne será fornecida pela empresa Comercial de Carnes Corrêa e Gonçalves Ltda, e os não-perecíveis pela Angelo Celestino FlainPetrini Junior, de Itaqui. Todos   os  empreendedores se enquadram no grupo de pequenas e microempresas.


 
< Página Principal 
 
Folha de Quaraí O Jornal da Comunidade
Av. Artigas esq. Fco Carlos Reverbel - Quaraí, RS
Telefone: (55) 3423-5593 - Todos os Direitos Reservados ® 2011 - 2017
Tecnologia Web: Franco Sampaio Tecnologias de Informação