Edição Nº: 4771 - Domingo e Segunda-Feira, 29 e 30 de Setembro de 2013.
 
"Dia da Felizidade" lota CRAS em ocasião de grande atrativos

"Uma pessoa permanece jovem na medida em que é capaz de aprender em que ainda é capaz de aprender a adquirir novos hábitos e tolerar contradições" com este lema foi comemorado na quinta-feira nas dependências do CRAS um dia inteiro de atividades no "Dia da Felizidade". O Governo Municipal através da Secretaria da Assistência Social e Habitação, CRAS e CREAS com os parceiros sendo Secretaria da Saúde e Secretaria do Desporto e Lazer empenhados em uma melhor qualidade de vida a Feliz Idade não podia deixar de comemorar o DIA DO IDOSO, pois envelhecimento faz parte da vida. "É um processo natural que se inicia no momento em que nascemos. Não é questão a ser aceita ou tese da qual se possa discordar. A gente envelhece e ponto. Não há, porém, limites estabelecidos para o término de nossa caminhada neste mundo. Temos é que manter sempre acesa a chama do entusiasmo, pois a vida tem encantos para aqueles que gostam dela", afirmou a secretária. 
Thaise Corrêa salienta que comemoração contou com a presença de 120 idosos que tiveram seus dias recheados de atividades sendo elas, café da manhã, artesanato, bingo, truco, almoço, dinâmicas, apresentação de invernados, lanche da tarde. A secretaria do Desporto e Lazer interagiu com os idosos proporcionando aos mesmos lazer, diversão e valorização A secretariade Saúde foi parceira da SMASH na programação do Dia do Idoso com a presença do médico, enfermeira e técnica de enfermagem dando orientação, efetuando testes de glicose e aferindo pressão arterial.

Pela valorização do Idoso

O Dia do Idoso é comemorado no Brasil no dia 1º de Outubro e tem como objetivo a valorização do idoso. Até o ano de 2006, esta data era celebrada no dia 27 de Setembro, porém, em razão da criação do estatuto do idoso em 1º de Outubro, o dia do idoso foi transferido para esta de acordo com a lei número 11.433 de 28 de Dezembro de 2006.
A população no mundo está ficando cada vez mais velha e, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), por volta de 2025, pela primeira vez na história, haverá mais idosos do que crianças no planeta.
O Brasil, que já foi celebrado como o país dos jovens, tem hoje cerca de 13,5 milhões de idosos, que representam 8% de sua população. Em 20 anos, o País será o sexto no mundo com o maior número de pessoas idosas. O dado serve de alerta para que o governo e a sociedade se preparem para essa nova realidade não tão distante.
O avanço da medicina e a melhora na qualidade de vida são as principais razões dessa elevação da expectativa de vida em todo o mundo.
Apesar disso, ainda há muita desinformação sobre as particularidades do envelhecimento e o que é pior: muito preconceito e desrespeito em relação às pessoas da terceira idade, principalmente nos países pobres ou em desenvolvimento. No Brasil, são muitos os problemas enfrentados pelos idosos em seu dia-a-dia: a perda de contato com a força de trabalho, a desvalorização de aposentadorias e pensões, a depressão, o abandono da família, a falta de projetos e de atividades de lazer, além do difícil acesso a planos de saúde são os principais.
Segundo pesquisa do IBGE, em 1999, apenas 26,9% do total de idosos no País possui algum plano de saúde, sendo que em algumas regiões como o Nordeste essa taxa ainda cai para 13%. As mulheres são ainda mais afetadas, porque vivem mais tempo e, em geral, com menos recursos e menos escolaridade.




 
< Página Principal 
 
Folha de Quaraí O Jornal da Comunidade
Av. Artigas esq. Fco Carlos Reverbel - Quaraí, RS
Telefone: (55) 3423-5593 - Todos os Direitos Reservados ® 2011 - 2018
Tecnologia Web: Franco Sampaio Tecnologias de Informação